[Review] Tokyo Ghoul: Re – Faça

Quais os motivos de Furuta trazer o caos à Tóquio? Kaneki luta com sua armadura mais forte. Quem vencerá esse grande conflito?

Antes que Tóquio mude de forma… a luta tão esperada continua. Kaneki em sua transformação “angelical” e o Furuta com kagune e espadas pronto pra lutar.

A armadura de Kaneki

Se formos reparar na kagune do nosso protagonista, elas são cheias de espadas ou cruzes o que torna a “armadura” mais angelical ainda.

Fight!

O Kaneki está com um olhar determinado e com uma “armadura” muito legal! Ele despertou um poder que nunca poderíamos imaginar. Seria isso graças a sua transformação em dragão? As suas cruzes/espadas danificam todo o local e vão em direção ao Furuta.

Kagune angelical

Porém, antes da luta continuar, o mangá relembra o passado do Furuta mostrando-o quando era criança em um biblioteca lendo diversos livros.

Um senhor de idade, o Tsuneyoshi Washuu, aparece atrás dele e lhe questiona o que ele está procurando. O pequeno Furuta explica que está vendo uma árvore genealógica.

Pequeno Nimura/Furuta

Ele analisou que os membros do Jardim do Sol (da família Arima e Washuu) morrem por volta dos 30 anos de idade e tudo isso se deve a algum problema sanguíneo dessa linhagem, por culpa de algo que seus ancestrais fizeram no passado e causou esse defeito genético. Com isso, ele decide que fará as coisas do seu jeito no tempo que tem de vida.

Com o tempo que lhe resta ele vai trazer o caos a Tóquio.

Essa explicação do passado dele é bem interessante, visto que deve ter o intuito de mostrar que esse antagonista tem um lado humano, que devemos sentir simpatia “de certa forma” e que tudo que ele fez tem um motivo.

O mangá retorna a luta dos dois que está basicamente equiparada, porém o Kaneki está pressionando bastante o Furuta e chega a lhe arrancar um braço. O líder do clá Washuu debocha e diz “não banque o paladino da justiça, investigador associado de classe especial” trazendo uma referência ao justo Sasaki Haise.

Furuta perde um braço

Em um momento de desespero Furuta diz tudo o que pensa de Kaneki, com a finalidade de mexer com seu psicológico. Diz que tudo que está acontecendo a Tóquio, aos ghouls e aos humanos é culpa dele.

Joga as verdades na cara dele Furuta!

Ele continua seu diálogo contando a história do Kaneki e pontuando que em todos os momentos em que ele buscava ser o herói a quem lhe era conveniente, ele era o vilão também, lhe chamando de “Narcisista Imundo”.

Narcisista imundo

Além disso, enfatiza o quanto ele adorou assistir de perto todo o seu fracasso e vê-lo se afundando cada vez mais em seus ideais. Dizendo-lhe que não importa o quanto Kaneki se rasteja existem coisas nesse mundo que não podem ser mudadas.

Você sempre fracassou Kaneki

Mas o Kaneki, com todo o poder que ele despertou, virou uma pessoa bem debochada e começa a rir do Furuta. Ele percebe que existe um medo em seu adversário o que deixa o líder do clã Washuu mais irritado.

Kaneki debochado

Sua ambição é tão grande que tudo que ele fez não foi o suficiente, como: brincar com a vida do Kaneki e acabar com o clã Washuu e o CCG. Até liberar um dragão para matar diversas vidas ainda não é o bastante, ele quer mais, quer TUDO!

Me dê TUDO!!

Nessa sua fúria ele se transforma (uma forma full kakuja?) e ataca com todas as forças o Kaneki. Ataques de todos os lados e disparos de kagunes de ambos. Até que o Furuta consegue derrubar o seu adversário e lhe fere com vários golpes dizendo “ME DÊ TUDO!”.

O Furuta venceu o Kaneki?

Honestamente, não consegui entender o que aconteceu nas páginas seguintes. Quem golpeou quem. Mas o Furuta vê o rosto do Kaneki e seus olhos se abrem (como um despertar).

Na página seguinte ele vê um futuro que poderia ser o seu. Ele sorrindo com uma mulher e dois filhos pequenos.

Um possível futuro

Depois disso, o mangá mostra ele recebendo um golpe que lhe corta ao meio.

Adeus Furuta?

Esse capítulo veio para mostrar um pouco qual era a ambição do Furuta. Ele quer sobreviver e talvez um de seus desejos seja constituir uma família e para isso ele liberou o dragão para que pudesse viver mais.

A questão aqui é o fim justifica os meios? Tudo que ele fez foi por um bem maior ao seu grupo e a si mesmo. Porém, se formos refletir, qualquer ser humano pensa dessa forma, quem não faria de tudo para si salvar e ajudar a quem está próximo de si.

Como Tokyo Ghoul é bem imprevisível, fica as questões: seria o fim de Tokyo Ghoul: Re? O Kaneki derrotou o Furuta de uma vez por todas?

Comments

comments