[Review] Boku no Hero Academia – Capítulo: 171

As intenções de Gentle são reveladas. Um vilão cheio de boas intenções, em um Mundo cheio de oportunidades para quem quer se corromper.
 Capítulo 171: Gentle & La Brava
Este capítulo me fez gostar ainda mais do Gentle, se sua aparição já me causou uma boa impressão, as intenções causaram uma maior ainda. Gentle é o cara que gostaríamos de ser, quando vemos uma corrupção social acontecer diante de nós. Ele acabou tomando posse da imagem de criminoso, porém se tirássemos as leis de senso comum que nos cercam, acredito que essa definição não caberia nele, já que o que ele faz envolve a justiça também.
Ele começa o capítulo falando sobre a História dos Heróis e Vilões na sociedade. De certa forma depois de trazer os nomes dos heróis e vilões que ficaram na Historia, ele mostrou como era ambíguo discernir um herói de um vilão na época. Creio que ele se refere a letalidade deles, sem ninguém para dizer quem era quem. Imagine dois personagens lutando, sem falar nada, com tudo envolta se destruindo, será que seria fácil dizer qual era o do bem e qual era o do mal? será que haveria algum do bem? será que haveria alguém do mal? (não é muito difícil achar mangás em que duas pessoas do bem ou do mal lutam por rixas que só envolvem eles dois), claro que agora com a mídia e toda a sociedade dando enfase para seus heróis deixou mais fácil de detectá-los. Agora, quando um helicóptero chega e tem All Might de um lado e um All For One do outro, sabe-se que o All Might está protegendo o povo, porém se não fosse pela mídia e alguém visse aquele soco do All Might, será que ele seria reconhecido como herói?
 O Gentle ressalta que antes, apesar dessa desvantagem, tinham também a liberdade. Podemos entender que ele se refere aos limites do que um herói pode fazer. Um herói deve ter permissão para usar sua quirk, na cidade. Um herói tem que se comportar como a pessoa mais certa, e caso falhe a imprensa vai fazer questão de dar mais enfase ainda e até tentar distorcer. Como foi o caso quando Bakugou foi capturado, os repórteres tentavam tirar do Eraser qualquer falha, chegaram a falar sobre o comportamento do Bakugou atrair os vilões (o que não deixa de ser verdade, mas usada de forma desonesta). Logo em seguida ele se apresenta, porém não parece admitir de forma literal ser um criminoso. Ele justifica o ”assalto” na loja J Store (a loja do capítulo anterior) ter escolhido aquela loja foi pela importância que ela tinha, ao mesmo tempo era uma loja que cometia atos corruptos no Mercado.

Só é estranho entender onde ele esperava chegar com aquele assalto, considerando que naquela hora ele falou que só queria a fama. Talvez ele ”só queira a fama” mas encima de esculachar com os corruptos. Talvez ele também esperava que com o tempo os atos da Loja chamasse a atenção da Justiça.
Ele não recebeu tanta atenção assim, até a La Brava ficou irritada, mas ele não culpa ninguém e compreende que os atos dele não chamam tanta atenção quanto o daqueles que utilizam da violência, porém ele se recusa a agir da mesma forma. Ele inclusive disse que La Brava não vai crescer se ficar culpando os outros. Acredito que ele não estava falando só de tamanho.


 Teve uma parte do capítulo voltada para informar que o Bakugou será o baterista da banda no festival cultural que terão (pra mim isso aí até filler é). O Bakugou ficou falando por vários quadros que não gosta de ficar agradando as pessoas, pra depois dizer que vai ”matá-los com o seu som” o que significa que ele vai tocar de qualquer forma (ele é realmente muito confuso).
Quem mais suplicou para que ele tocasse foi a Jirou que capítulos atrás estava correndo de mostrar sobre seu hobby. Neste filler de festival ela terá uma evolução mais intensa. Não só ela como o Aoyama também pode acabar tendo. Várias pessoas estão acreditando que o Aoyama vai se encontrar com o Gentle e se atraindo pelo estilo dele de fazer as coisas, seu comportamento enfim. No começo, eu pensei ”pai do Aoyama” de tão parecidos que são, até o cabelo. Espero que eles se encontrem e que esta seja a trama do Aoyama. Há também a possibilidade da Jirou estar mais envolvida nesta situação envolvendo o Gentle do que podemos imaginar.
Antes de finalizar eu gostaria de explanar que eu acredito que Boku no Hero Academia está caminhando para uma direção na qual a trama de cada personagem da turma é desenvolvida, e vai acabar com elas se entrelaçando e se concluindo juntas (acredito que será a mesma coisa com One Piece e One Punch Man).
O Gentle termina o capítulo falando sobre seus planos no Festival. Só não entendo o que ele fará lá já que seus crimes são focados em boicotar os corruptos, será que ele sabe de alguma coisa envolvendo a U.A?. Tomara que ele lute um pouco (muito) xD
Termino com a última página do capítulo.

 Esta foi a review do capítulo 171. Espero que tenham gostado. Críticas, discordâncias e elogios nos comentários. Até mais XD

Comments

comments