[Review] Nanatsu no Taizai – “Destino” e “Graça Perdida”

O paradeiro do Último Arcanjo e a origem do poder do Escanor!

Um capítulo cheio de mistérios e outro mais ainda.

Após a aliança, Elizabeth e Bartra conversam sobre o passado onde a Elizabeth usou seu poder para salvar seu pai quando ele caiu da árvore. Bartra soube das maldições de sua filha e de Meliodas e chora sabendo do que vai acontecer com a sua filha depois de dois dias. Elizabeth pede para continuar sendo sua filha enquanto tiver dois dias sobrando.

Dreyfus e Griamore discutem sobre tudo que está rolando, Dreyfus fala que não se pode confiar muito no Clã das Deusas e que as deusas do alto-escalão tem a habilidade de fazer lavagem cerebral. Eles compartilhava as mesmas memórias do Fraudrin e que os dois sabem que o Clã das Deusas não são tão bonzinhos.

Todos nós sabemos o quão podre por dentro é o Ryudoshel, ele tem parte da culpa também.

Ryudoshel faz um discurso aos cavaleiros dizendo que eles não precisam temer enquanto os Arcanjos estiverem ao seu lado. Hendrickson pergunta onde está o quarto arcanjo, mas Ryudoshel, Tarmiel e Sariel olham pra ele com um olhar sério.
Nesse momento, os cavaleiros dos Plêiades do Céu Azul chegam na festa, Deathpierce fala que mesmo que a maioria dos cavaleiros se juntem a Stigma, não quer dizer que todos devem se juntar. Deathpierce chora por lembrar que Denzel se sacrificou para ser receptáculo da Nerobasta. Mas Ryudoshel tá nem aí pra isso fazendo Deathpierce fica enfurecido.

O que é pior do que lágrimas de crocodilo? Isso mesmo, lágrimas de Ryudoshel.

Ryudoshel chora e diz que mesmo os arcanjos sendo deusas, eles também sentem pela perda de seus companheiros do Clã das Deusas. Ryudoshel usa o feitiço “Breath of Bless” nos Plêiades do Céu Azul como presente para ajudá-los na luta contra os demônios, eles sentem um poder transbordando em seus corpos, Deathpierce fala que entenderam mal as deusas e pede que os Plêiades do Céu Azul trabalhe junto com a Stigma.

Isso sem dúvida é lavagem cerebral, como Dreyfus falou! Esse Ryudoshel não me engana não, ele usou “Bleath of Bless” quando na verdade era lavagem cerebral.

Ryudoshel responde a Hendrickson que o Quarto Ancanjo Mael não está mais vivo e que foi morto pelos Dez Mandamentos. Dá a entender que o Estarossa é o responsável, mas não sei se ele matou o Mael sozinho ou se tinha mais gente envolvida.

Se Estarossa matou o Mael sozinho então o nível do seu poder é maior do que pensávamos. Ou ele deve ter matado de manhãzinha ou de tardezinha. Ou alguém deve ter ajudado.

Com o fim do primeiro dia, Elizabeth tem 2 dias sobrando para sua maldição acontecer, King está cuidando da Elaine que está preocupada com o Ban. Merlin, que está consertando o corpo do Gowther, pensa também em fazer umas melhorias, mas o corpo dele é tão perfeito que não vai dar. Gowther tem um pedido pra fazer a Merlin, mas ele recita um elogio que o seu criador, o Gowther Original, costumava fazer sobre a Merlin antes de fazer “esse pedido”.

Nakaba acha que os leitores são Sherlock Holmes pra descobrir o que o Gowther falou, seria bom se ele mudasse o nome para “Cochicho no Taizai”.

Será que o Gowther irá se sacrificar assim como o seu criador fez para parar a Guerra Santa?
A cena muda para Hawk e Escanor caminhando até a Merlin com as coisas que ela pediu para eles comprarem, Hawk fala sobre tudo o que está acontecendo e que em algum momento eles vão enfrentar Meliodas. Escanor pergunta ao Hawk o que a Merlin acha do Pecado do Orgulho, mas Hawk joga na cara a verdade. Enquanto Escanor ouve o barulho da festa dos cavaleiros sagrados, lá na festa Ryudoshel sente uma presença e vai até o local onde Escanor e Hawk estão.

Escanor mostrando que ele quem manda na p***a toda.

Ryudoshel fala que não sentiu o poder do Escanor, mas Escanor diz que seu poder não é revelado a noite. Ryudoshel se irrita por Escanor chama a graça do Clã das Deusas de maldição e o ataca.
Enquanto rola uma pequena luta, Hawk só observa, Escanor tenta agarrar Ryudoshel, mas Ryudoshel é muito rápido e desfere um ataque no Escanor que rasga sua camisa. Ryudoshel explica sobre as graças.

Não vou tá explicando, o próprio mangá explica.

Ryudoshel fala que Sunshine é a graça de Mael que foi morto pelos Dez Mandamentos e pede que Escanor entregue esse poder porque se um humano possuí esse poder terá seu corpo destruído. Escanor assume que SunShine nasceu com ele e mesmo que seja uma graça das Deusas, ela o escolheu.

Escanor: Já bati de frente contra demônios com mais de 60 mil de poder, um Arcanjo não é nada pra mim.

O capítulo termina com as risadas de Ryudoshel falando que Escanor pode ser útil e Escanor provocando Ryudoshel. Como Escanor conseguiu essa graça? Não deixem de comentar suas expectativas para alimentarmos essa discussão!

Comments

comments