[Review] Boku no Hero Academia – Capítulo: 167

  O novo caminho de Endeavor, a redenção do Herói número 1. A verdadeira natureza de Yuga Aoyama!
 


 Capítulo 167: O Ponto de Partida de um Herói
Logo no começo vou deixar meu questionamento: esse título está direcionado ao Endeavor ou ao Aoyama, ou seria uma frase geral que pode ser usada para qualquer um?
 Aqueles primeiros momentos, mostrando resultado do exercício de tratamento com as crianças foi algo bem… Boring! Mas ok. Na minha opinião não há o que tirar disso, a não ser pelo momento com Endeavor.

 Eu esperava muito da causa do Endeavor, acreditava que ele tinha um grande motivo para ser um personagem que menospreza todos e pensa apenas na aniquilação de todos os vilões e monstros. Eu também acreditava que essa personalidade poderia vir de algo no passado, um familiar perdido por exemplo. Porém, parando pra pensar nisso, podemos analisar o principal objetivo dele: Ser o top 1. Isso significava ultrapassar o All Might, tanto em força quanto em reconhecimento. Ele foi quem mais resolveu casos de vilões (porém não deve ter sido, nem de perto, o que salvou mais vidas). Mas ele escolheu esse caminho mesmo assim.
 O caminho de ”destruir o mau” sem pensar em ”construir o bem” traz um resultado similar ao das guerras e vinganças: perda e ruína. É por isso que o caminho dos heróis é mais difícil, e é por isso que o incentivo deles é mais forte.

essa cena foi demais XD


 Uma pequena menção a respeito da quirk da Eri foi dita. Algo que já havíamos notado durante a luta com Chisaki em que a aura da quirk dela dava um destaque ao seu chifre. Me pareceu que quanto maior ele ficasse, mais forte se tornaria a Quirk dela.   Ele diminuiu conforme a febre dela baixava, porém eu ainda acredito que ele possa funcionar assim e quanto maior o chifre, mais a quirk dela tem como capacidade. O chifre dela, por hora, ainda está pequeno. Imagina quando estiver/ se algum dia chegar em um tamanho maduro o suficiente para ser chamado de ”Chifre adulto”. É realmente uma quirk divina!


 Última parte do capítulo: A verdadeira natureza de Aoyama.
Foi minha parte favorita. Eu tenho esperado o Aoyama ser explorado, desde que ele fez aquela brincadeira com a Uraraka de fazê-la soltar a barra, quando perguntou se ela gostava do Deku.

 O motivo pelo qual comecei a acha-lo interessante é esse nível de observação que ele demonstrou. Mas será que ele não estava pensando a  mesma coisa que a Uraraka naquele momento?. Porém mais pra frente foi mostrado mais algumas características dele, que me fez curtir ainda mais o personagem. Apesar de que, bem no começo, eu achava ele muito mesquinho.
 Foi então que começamos a ver as primeiras interações do Aoyama com o Midoriya, coisa que quase nunca acontecia. Logo no final, na última página do capítulo, aparece uma cena bizarra e medonha.
 Depois disso, começaram a discutir fervorosamente se o Aoyama é o traidor da escola. E como é um dos personagens que mais espero evolução, logo veio a negação. É realmente suspeito essa cena. Mas o pessoal se aprofundou em duas frases: a do Midoriya ”Até que ele mostrou sua verdadeira natureza” e na do autor ”Finalmente, esse homem resolve se mover…!”. Sobre a primeira frase eu digo: Seria mais revelador, caso ele realmente fosse o traidor, uma frase diferente. Nessa frase está parecendo que a natureza da qual o Midoriya se referia era a de Stalker. Sobre a segunda frase (do autor) essa, denuncia uma quietude até o momento atual, na qual diz que o Aoyama estava parado até agora. Logo não seria ele o traidor, já que esse ”infiltrado” está a trabalho, passando localizações dos retiros da turma do Midoriya. A frase do autor (na minha opinião) significa que só agora que o Aoyama resolveu dar tal investida no Midoriya, e demonstrar seus verdadeiros interesses.
 Outra coisa que me garantiu que o Aoyama não tem relação alguma com vilões, são dois momentos durante o ataque dos vilões, no acampamento.


 Este momento aconteceu no capítulo 81, e não parece ser o de alguém que está infiltrado e esconde ser bem mais astuto do que apresenta.
O outro momento é quando o Compress está quase concluindo a captura de Tokoyama e Bakugou, e Aoyama atrapalha, mesmo quando ninguém havia o notado e ele fazer aquilo ou não, não mudaria em nada o que pensam sobre ele, só de que ele tentou ajudar de fato.

 Talvez alguém pensasse que isso seria apenas para ganhar confiança, mas para quê exatamente, um suposto vilão, iria tentar ganhar confiança quando não há sequer entre os seus colegas a informação de que algum deles é infiltrado vazando informações para vilões atacarem? E mesmo que soubessem (se é que não sabem e eu estou esquecendo de alguma parte) não existem suspeitas no Aoyama, sua quirk é muito prejudicial para ele próprio. A não ser que ele estivesse fingindo o tempo todo sobre suas características, mas aí é algo muito imprevisível e só o autor para confirmar uma coisa dessas, e com certeza o momento atual não parece ser adequado.
 Momentos para revelar um traidor são os momentos cruciais, e este não parece ser o caso.
 Alguns também acreditam que seja a Toga disfarçada, devido a estranha obsessão pelo Midoriya. Realmente é o que mais parece ser. Porém eu não sei se a Toga sabe falar francês (haha). Todos disseram que poderia ser ela já que começou a agir estranho do nada, porém os hábitos dele não mudaram, ele só deu uma investida estranha no Midoriya. Continuou falando do mesmo jeito que sempre falou, fez aquela cena do almoço que parece a cara dele (e almoçar sozinho é um dos momentos mais tristes no tempo de escola ;-;). A única diferença é que agora sabemos que ele é stalker do Midoriya. Porém ele já está fora de ação há muitos capítulos, possivelmente aconteceram muitas coisas com ele, que o fizeram prestar mais atenção no Midoriya.
 Enfim, acho que isso é tudo que podemos tirar do capítulo e observações a respeito do Aoyama. Talvez seja tudo um alivio cômico e semana que vem mostre que essa obsessão do Aoyama não é nada demais, ou talvez ele seja uma dessas duas suspeitas e sequestre o Midoriya xD.
 Esta foi a review do capítulo 167. Espero que tenham gostado. Críticas, discordâncias e elogios nos comentários. Até mais XD


 

Comments

comments