[Review] One Punch-Man – Capítulos 76 e 77

Decepções, desânimo e falta de esperança: um Saitama sem razões! ”Eu não aguento mais”.


O capítulo 76 saiu já há um bom tempo, porém ele estava tão raso, que achei que valeria mais a pena esperar o 77 e tratar dos dois. Este capítulo me trouxe uma atmosfera de desânimo gigante vinda do Saitama.


Capítulo 76: Estagnação e Crescimento

Puri Puri vs o Porco Espinho que adora abraços, nível Demônio; Abraçador Grátis. E o Monstrim por ter um efeito de adormecer onde perfura seus inimigos, com isto sendo inútil atacá-lo fisicamente. E o gênio do Puri Puri com um grilhão preso na perna, sequer pensa em usar para acertar o monstro (Certamente doeria pakas uma dessas, na cabeça!)

Até o pessoal percebe…

E ele não! XD

De repente, o gênio pensa que aceitar a dor (do jeito bizarro dele) e abraçar o Abraçador com tudo é a chave para vencer. E ele faz! O que foi apenas uma cena cômica. E ele sangrando por todos os lados sequer se incomoda. Realmente um personagem cômico, apesar de que ele realmente é um personagem para considerar.

E aqui nós sabemos onde ele guarda o telefone!

Não creio O.O

Logo depois que ele sai do local, o Saitama passa e encontra o Abraçador esmagado. E começa a falar a respeito deste ataque de monstros vs heróis. Eu achava que eles iriam continuar até todos os monstros serem derrotados, mas assim que Saitama sai do ginásio onde ocorreu o torneio, todos os monstros já haviam ido embora.

Por um momento ele acha que não foi suficiente como herói, pelo fato de que ele não fez nada em um momento tão importante. (Ele venceu o Gouketsu, porém acha que não fez nada).


A partir daqui, Saitama se toca de que ter entrado na Associação de Heróis não lhe trouxe nada. Ele só tem continuado entediado com seus oponentes e atarefados. O Saitama não tem senso de heroísmo totalmente, ele ajuda as pessoas, porém não visa isto. É um pouco difícil de padronizá-lo. Ele pode salvar pessoas, salvar a cidade ou o Planeta, porém ele não enxergará isto como um dever de herói. Vemos em alguns momentos ele derrotando monstros que machucaram seus amigos e isto faz parecer que ele é um herói que pensa em salvar pessoas.


E o capítulo 76 termina com o Saitama notando que estar na Associação só tem lhe deixado mais entediado.


Capítulo 77: Entediado como sempre

Este é o capítulo do qual eu mais queria falar. E ele está deixando o futuro da obra cada vez mais incerto, não está totalmente fiel ao webcomic (na verdade não está quase nada fiel). Pra quem não leu a WebComic, desde a luta do Metal Bat vs Garou até agora, foram coisas que não aconteceram na WebComic.

O capítulo 77 começa com o King se encontrando com o Saitama no caminho, e disfarçado, óbvio.

A partir daí, eles começam uma conversa em que Saitama desabafa. Dará para entendermos o que se passa na cabeça de Saitama. Apesar da demora de lançamento, se notarmos, não faz muito tempo em que o Saitama havia ouvido falar de Garou, foi ontem mesmo, e em 1 dia ele se encontra com numerosos artistas marciais, com monstros, derrotou Garou sem sequer notar. E ainda nada de diferente.

E é cômico, foda e divertido de ver, porém o autor terá, as vezes, que colocar algum referencial, isto é, um oponente para o Saitama, que ao menos faça ele se sentir feliz de ter saído de casa hoje.


É muito legal o fato de que ele está contando isso para o King, uma pessoa totalmente comum, fraca, e que ainda tem os créditos do Saitama.

Isso tá muito com cara de suicídio ‘-‘

O King até tentando acender mais alguma razão para ele, e que ser forte não era tudo, ainda tem várias outras coisas que dá para fazer no Mundo. Acontece que, para o Saitama, lutar é uma das poucas razões da vida dele (Goku?).


Este último quadro passa uma visão de Matrix, em que o Saitama é um ser totalmente além do que os outros imaginam, em um Mundo diferente.

[Spoiler da Webcomic] Existem alguns personagens, também muito poderosos, e que são chamados de ”caçadores” ou algo do tipo. E eles sequer entraram na Associação de Heróis, mas são outro tipo de pessoas. Ainda não foi dito muito a seu respeito, porém creio que eles serão aplicados no próximo arco, considerando que neste arco atual o Saitama está se deslocando cada vez mais do tipo de sociedade comum.

Sobre a conversa, o King dá aqueles conselhos sobre: entrar em escola de dança!, mas ele não se interessa, viajar!, mas ele não tem lugar algum para ir. E isto é um tipo de fase que muitos passamos, o Saitama é muito sem motivação para fazer qualquer coisa, desde criança ele não levava estímulo para realizar nada novo, ficava o dia todo deitado e não fazia os deveres de escola.


Então desencadeia um discurso do King a respeito do que é ser um herói, e para o Saitama encontrar um ideal, amadurecer, servir a sociedade… Coisas de heróis. Vi pessoas dizendo que esta foi uma referência a Boku no Hero, porém não me lembro de qual cena seria, se é que foi mesmo. E apesar disto, será mesmo que o Saitama vai continuar nessa de heróis? Não que ele saia da Associação de Heróis e talvez não agora. Porém, existem patamares, o Saitama quer atingir um novo patamar, e mesmo assim, como um herói, ele está além de todos os outros ou de todas essas ameaças que os heróis consideram um problema. Talvez Só Tatsumaki venceria Gouketsu, ou talvez não! E Saitama não sentiu nada na pequena luta contra o maior hype de 2016 e 2017. Se Orochi não for um oponente no mínimo divertido, nem Garou caso ingira células de monstros, creio eu que Saitama não irá mais dar moral para a Associação. No máximo, conhecer Blast. E o que eles farão? Se irão lutar? Desejável, mas nada garantido.

E até este ”topo do heroísmo” para Saitama, também parece ser ”chato pra caramba”.

Partimos para o Garou que tinha acabado de lutar contra o Cão de Guarda que realmente é um personagem curiosamente misterioso. Não foi dito nada a seu respeito, ele é um humano ”comum”, porém ele incorpora uma personalidade canina (exceto por latir) e protege seu território, ao ponto de que quando Garou sai deste território, ele para de segui-lo e o Garou consegue sobreviver. O que significa: Cão de Guarda pouco se importa com o fato de Garou estar atrás dos heróis e que é uma ameaça que deve ser eliminada o quanto antes; ou que ele sequer ouviu a respeito, porém é o mais improvável, visto que ele é um herói Rank 12.

O principal motivo (segundo Garou) por ele ter perdido para o Cão de Guarda é por ser um quadrúpede, e ele ter sido treinado para lutas contra bípedes. Porém esta argumentação não é sólida, visto que o Cão de Guarda via os ataques do Garou como se fossem em ”câmera lenta”. E uma cena é mostrada de que o Garou está passando por aquilo que o Saitama tem saudade de estar, que é aquela sensação de precisar ficar mais forte, aquela euforia do combate.


E assim que ele se encontra do nada com o King, ele sequer vê o Saitama do lado dele, só pensa em pegar a oportunidade de lutar contra King, que crê ele que nunca mais terá tal chance. E aqui temos a segunda vez em que Saitama derrota Garou e sequer tem a oportunidade de ouvir que ele é o Garou, o cara que ele quer tanto encontrar e ver se ele tem algo novo para apresentar. Este tipo de coisa faz parecer que logo depois que Garou Monstro ser derrotado por Saitama, fará com que Saitama caia de vez no desânimo com tudo, e logo em seguida encontrar Orochi, tá aí um enredo que creio ser interessante. E este arco acabar em Saitama vs Orochi.


Garou pode nem ter visto Saitama desta vez. Lembrando que Gouketsu não voltou para o esconderijo, e que o mesmo pode ser perto da casa de Saitama. O que pode acontecer a seguir no mangá é incerto. Espero ver mais a respeito dos outros classe S em lutas, e outros monstros com presença. Se conectar com a webcomic, a próxima luta será entre Fang e seu irmão vs Garou. Isto também seria satisfatório, mesmo que esperemos mais 15 dias 🙂

Este foi o review do capítulo 77 :3

Mesmo que tenha sido um capítulo mais raso, eu falo demais quando o assunto é One Punch-Man, tantos achismos, tantas observações, curiosidades. Porém One Punch-Man não é para ser levado totalmente a sério, ao ponto de acertarmos teorias com precisão. Até por que do nada pode ser implementado no mangá algo novo para dar volume à alguma trama. Mas isto também pode ser visto como uma qualidade, quando o Murata faz isto de forma conveniente, cômica e que vale a pena ter esperado. Como: Saitama vs Suiryu ou Suiryu vs Choze. (Não lembrava dele né?)

Então é isso, até mais XD


Tem alguma crítica ou sugestão? pode escrever nos comentários também, ou nos mandar um email ou uma mensagem pelo facebook. Se quer ficar por dentro das reviews e teorias, desse e de outros títulos, curta a página Otaku no Emaki.

Comments

comments