[Review] Magi: The Labyrinth of Magic – “As possibilidades da grande magia” e “As pessoas envolvidas”

Um novo plano, uma possível nova aliança e um futuro totalmente imprevisível!

Alibaba revelou qual o seu plano: Unir todas as dimensões superiores, inferiores e laterais, para que todos tenham as mesmas oportunidades e ninguém precise controlar o destino do outro. É preciso abstrair muita coisa, tem muitas possibilidades envolvidas e é difícil de entender plenamente como isso funcionaria, já que temos muitos elementos mágicos, espirituais, divinos, além de outras dimensões que nem se quer imaginamos o que tem. Isso está bem loucão, mas está muito bom.

Alibaba está se achando o máximo por ter passado por experiências únicas… tirando onda diante de um cara que virou deus e uma Magi de outro mundo. De qualquer forma, é indiscutível que ele achou uma solução pensando em algo simples, mas imprevisível diante do cenário atual e do que conhecíamos. Falaremos sobre seu “poder” posteriormente.

Não gosto muito dessa forma como Ugo tem sido mostrado. Espero que ele tenha um papel interessante no final, porque ele já foi bem mais relevante na história.

Após Aladdin ser summonado e Ugo resolver aparecer doidão, a discussão começa. Team Arbaladdin vs Team Aliugo (não pensei em uma junção melhor). Nem deu tempo de escolher um lado nessas duplas esquisitas, pois Sin, que estava só observando, sendo que ele que manda naquela bagaça, deu a opção mais sensata. O interessante da solução dele é que ele passou sua vida inteira (de mangá ) fazendo isso: Alianças. Já até prevejo a “Aliança Interdimensional de Sindria”.

Eu poderia discutir mais sobre o ponto de vista de cada um, mas Sin já mostrou que todo mundo estava errado. A discussão representou bem a forma como as nações tratam seus problemas sem olhar direito para os outros, mesmo se tratando de personagens “bonzinhos” como Aladdin e Alibaba.

Eu acompanhando a discussão dos 4

Não se assustem com a ideia de que em outros planos os seres podem ser absurdamente mais poderosos e por isso o grupo ali reunido será incapaz de qualquer feito. Afinal, Sin começou suas aventuras internacionais só como um viajante e seu Djinn. Como essa é aparentemente uma proposta pacífica que ajuda a todos, por que não aceitar? Sim, eu sei que podem ter muitas respostas, mas vamos ser otimistas, pro bem da história.

Que bom que ele quer ajudar a galera de Alma Toran. Eles merecem um finalzinho melhor do que tiveram.

Talvez, só quem não curta essa ideia seja o pessoal da cobertura, afinal ninguém manda neles. Por outro lado, se eles estiverem controlando o destino de todos, o que garante que essa próxima atitude de Sin e dos outros não está sendo controlada por estes deuses do topo? Imagina só, se o pessoal das camadas de cima só está esperando por eles, ou se Sin junta as outras camadas pra derrubar a mais acima de todas. São tantas possibilidades, que não me surpreenderia se as coisas fossem ainda mais simples.

Então Sin vai se candidatar a intermediador entre as dimensões? Ou será que teremos um membro de cada lugar? Acho que com isso ele realiza seu sonho de vez.

Não temos ideia de como nossos… heróis? irão agir de agora por diante, mas sabemos que Sinbad percebeu que, sem querer, foi usado. A cara dele no final foi ótima. No início do 348, o loirinho falou que tinha o poder de ser ajudado e fazer as pessoas trabalharem em equipe. No final do 349, sem que nós mesmos percebêssemos, ele já tinha usado seu dom. Genial, Ohtaka-sensei, genial! Comenta aí o que acharam dos capítulos e se essa “individualidade” de Alibaba foi o suficiente para fazer Sin considerá-lo como melhor. Eu duvido.

Vou… te usei.

Se gostou do review, curta nossa página e acompanhe os próximos: https://www.facebook.com/otakunoemaki/ (se não gostou, nos dê sua opinião para melhorarmos!). Curta a página: Magi:The Labyrinth Of Magic – Br se você gosta de conteúdo relacionado a Magi.

Comments

comments